Skip to content

Lula fala pelos cotovelos e Dilma saúda a mandioca

30/06/2015

lula-dilma-mandioca

Vejamos… LULA andou falando pelos cotovelos – como tem sido de costume –, desta feita, disparou críticas ao governo Dilma e ao próprio PT.

É sério, gente!

Mas, calma lá. Tudo isso faz parte de uma estratégia.

Lula precisa reforçar/reconquistar sua imagem de líder.

Tem que preparar a blindagem de que ele precisa diante das investigações da Operação Lava Jato.

Assim, LULA paga de bonzinho, de ético e de combatente da corrupção.

E prepara o terreno para um gradual afastamento de Dilma e de seu governo que tem sido mal avaliado.

Por quê?

Porque dificilmente a economia terá uma boa recuperação e pra não prejudicar a sua candidatura à Presidência.

De lambuja, as criticas servem pra inglês ver e dar a sensação para o povão de que o PT está revendo suas ideias, pensando no povo.

Mas, obviamente, que isso tudo é pano de fundo pra que o partido garanta a continuidade de seu projeto de poder.
Se Lula quer passar a ideia de que não confia em Dilma (e nos rumos do seu governo) e a presidente olha enviesada pro ex-presidente , por que os brasileiros hão de confiar em qualquer um dos dois?

Mas ambos ainda contam com um fortíssimo aliado.

A falta de discernimento dos brasileiros.

E viva a mandioca!

Escrevi o texto acima no dia 25 de junho, às 9h42 no meu perfil do Facebook. Depois de alguns dias vejo um post “Reflexões sobre o volume morto”, do Fernando Gabeira que corrobora com o meu pensamento. Veja abaixo alguns pontos. ou leia o texto completo aqui:

 

…Há perdas na economia, na credibilidade do sistema político, todo um projeto fracassado acabou jogando o país também num volume morto. Há chuvas esparsas como a Operação Lava-Jato, mas elas caem muito longe dos reservatórios do PT. Tão longe que ajudam a ressecar ainda mais o terreno lodoso que ainda abastece as torneiras petistas.

…Lula pode estar apenas querendo se distanciar de Dilma e do PT. Ele a inventou como estadista e agora bate em retirada. E quanto ao PT, quem vai rebater suas críticas e arriscar o emprego e a carreira? Pois é esse o combustível de seus quadros.

…Lula fala em esperança para sair do volume morto. Mas que esperança pode arrancá-los do volume morto quando o próprio líder, apesar de sua sinceridade ocasional, não consegue vislumbrar uma saída? Lula repete aquela frase atribuída ao técnico Yustrich: “Eu ganho, nós empatamos, vocês perdem”.

O resto da viagem fiquei pensando como teria sido bom para a esquerda brasileira leitura, muita leitura, para poder escapar da sua própria miopia ideológica.

…Na verdade, ela mastigou conceitos antigos, cultivou políticas retrógradas, como essa de apoiar o chavismo, e se perdeu nos escaninhos dos cargos e empregos. Ela me lembra os jovens do filme “O muro”. Um dos seus ídolos acaba como porteiro de hotel, e é melancólica a cena em que os admiradores o descobrem, paramentado, carregando malas.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: