Skip to content

Cyberbullying | Redes Sociais destilam ódio | Agressividade na Internet

23/05/2013

agressividade na internet

A internet é um território onde há liberdade de pensamento e ações irrestritos. Há quem use esse privilégio democrático para promover calúnia, difamação, preconceito, boataria. Os tempos atuais imperam ofensas e ódio nas redes sociais e nos comentários de grandes portais.

O que gera essa onda de agressões na Internet? Algumas respostas podem soar como clichê; o modelo de educação autoritário para o permissivo (e impune), por exemplo, é uma delas. Trocando em miúdos: Quem nunca come mel, quando come se lambuza.

“O que é que eu vou fazer com essa tal liberdade” é uma frase de uma música do “Só Pra Contrariar”. Tudo bem que a letra é de um cara que não sabe o que faz com sua “solteirice”. Mas a internet e toda essa liberdade de pensamento, reforçada pelo anonimato, acaba liberando a agressividade do ser humano. Entre a liberdade de expressão e a violação há uma linha tênue. É preciso usar bom senso e ter caráter para não invadir o terreno da má fé.

Os comentários pipocam em reportagens de sites noticiosos ou artigos de renomados nomes do jornalismo, principalmente os da editoria política. Pessoas que comentam sobre tudo e todos. Uma mistura de achismos e de militância política que inundam a internet com opiniões preconceituosas, pobres, caluniosas e sem o mínimo de análise racional, cultural e contextual.

Anonimato e a agressão na Internet

Até quando essas pessoas ficarão escondidas e protegidas pelo anonimato? O certo é que muitas ações estão sendo movidas contra pessoas que duvidaram de que a “Justiça seria feita”.

A jornalista e blogueira Rosana Hermann, por exemplo, iniciou em 2007 um processo judicial contra um leitor que publicou comentários ofensivos em seu blog, o “Querido Leitor”. O processo demorou longos seis anos e ela, segundo me informou via Twitter, promete contar no blog o desfecho desse caso, que na época, foi o primeiro registro real que comprova que a noção de anonimato na internet é falsa.

Lembro-me de um caso de ataque na Internet contado pelo jornalista esportivo Juca Kfouri em um evento de comunicação corporativa que participo há 10 anos. Ele dizia que depois de muito resistir, acabou tendo que moderar os comentários e obrigar ao usuário fazer um cadastro, mesmo ciente que isso diminuiria o número de comentários e até de visitantes na sua página. O motivo: Ele começou a sofrer ameaças de uma pessoa que chegava a dizer o que o jornalista estava fazendo em determinado dia e hora, ou seja, dando a entender que seguia Kfouri.

Assim, sites, articulistas, blogueiros e pessoas de bem procuram várias maneiras para coibir essa agressividade toda que as pessoas utilizam na Internet.

O que fazer?

Não dê corda, ou cliques, para o insulto. O agressor quer audiência para si e quando encontra alguém que o alimenta faz questão de reforçar seu mau comportamento. Portanto, ignore ofensas gratuitas e discussões infindáveis ou apenas provocativas. Não replique mensagens ou piadas de gosto duvidosas. Pare de seguir a pessoa “cricri” no Twitter. Não compartilhe frases e imagens preconceituosas.

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. Ramon permalink
    18/10/2014 19:14

    Agressividade é assaltar bancos para financiar terrorismo, agressividade é botar bombas em aeroporto, ódio é esmagar o crânio de um prisioneiro a coronhadas, é explodir um jovem de 19 anos numa guarita, ódio é metralhar um pai diante da família.

  2. 09/03/2014 19:32

    Gostaria de aproveitar esse espaço para expor agressões em sala de bate papo, ate que editei esse vídeo sobre o assunto:
    .
    Salas de Bate papo UOL = impunidade + desrespeito.:

    ,
    link do blog:
    http://philotheotrinosophia2012.blogspot.com.br/2013/07/salas-de-bate-papo-uol-impunidade.html

  3. Detonador permalink
    30/06/2013 1:45

    O que eu acho mais curioso é que esse ódio é destilado e propagado por pessoa que se acham “do bem”. Os haters se acham os “mocinhos” desta época e inventam mil desculpas para o seu ódio. Trata-se de algo completamente irracional e intensamente emocional, que não encontra eco em nenhuma tentativa de racionalização.

    Essa dinâmica de odiar enquanto se diz estar contra o ódio me chama muito a atenção. A certeza de impunidade parece ser o principal motivo.

    Uma tempestade solar que desarticulasse de vez a internet viria bem a calhar nesse sentido…

    • 02/07/2013 9:45

      Seguindo sua linha de raciocínio, caro detonador, já muita gente do “bem” se manifestando contra o preconceito sendo preconceituoso ao extremo. A possibilidade de voz ampliada na Internet fez com que esquecêssemos o básico da humanidade: “Olhar para si mesmo”.

      Abraços.

  4. Henrique permalink
    27/05/2013 20:29

    Acho que todo comentário deveria ser moderado. Leio um artigo porque gosto de quem escreveu, mas não sou obrigado a ler comentários estúpidos, preconceituosos, etc. Nem todo leitor tem moderação, portanto o autor/portal/blog/etc deve fazer isso por ele.

    • 28/05/2013 7:52

      Caro Ikegalli,

      A moderação poupa os leitores. O autor infelizmente é atingido. E a agressão gratuita no Twitter, no Facebook e em outros locais em que o autor da agressão é dono do seu espaço? E blogs que são criados para caluniar e difamar? O que fazer? No segmento político a internet está cheia deles.

      Outras ações, como disse no texto, devem ser tomadas, inclusive as punitivas judicialmente.

  5. Thiago Rocioli permalink
    24/05/2013 18:57

    Reblogged this on Blog do Rocioli.

Trackbacks

  1. Internet virou terra de ninguém!Tudo vira ofensas e afrontas nas redes sociais. – Jornal O Campista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: