Skip to content

Petição contra o novo Código Florestal

15/08/2011

A manifestação contra o novo Código Florestal apresentado pelo Aldo Rebelo é a favor das florestas. E esta não pode ser privatizada. Não é apenas de ativistas e ecologistas, afinal 80% das pessoas entrevistadas pelo DataFolha disseram ser contra a proposta do Aldo.

Repito: não sou ativista ou ecologista, mas a sociedade que pensa em sustentabilidade e em desenvolvimento não pode deixar de apoiar e assinar a petição online a favor das Florestas (pequenas, médias e grandes). O assunto também não está relacionado apenas às pessoas do campo, afinal, os grandes centros também sentem o reflexo do desmatamento, seja pelas enchentes, pela falta de recursos hídricos ou nos desabamentos. É possível usar a terra, mas sem prejudicar o ecossistema. Há áreas abandonadas que poderiam dobrar a produção de alimentos.

É possível usar nossos recursos naturais, mas de maneira sustentável. Ou seja, com o conhecimento, os cuidados e as técnicas que evitam sua destruição pura e simples. É mais do que hora de o País atualizar sua visão de desenvolvimento para incorporar essa atitude e essa visão sustentável em todas as suas dimensões.

Assine aqui e compartilhe com os amigos (Facebook, Twitter, Orkut, Blog, e-mail) a petição contra o novo Código Florestal – é uma maneira de “sensibilizar” os senadores a não endossarem a votação que passou, infelizmente, pelos deputados, o que mostra o descompasso entre o que quer a população (pesquisa DataFolha).

Contextualizando

Estive presente em São Paulo nos dias 10, 11 e 12 de agosto. Fui até a MVL Comunicação, – presto serviço (em home Office) em redes sociais para Marina Silva, ex-ministra do Meio Ambiente e candidata presidencial nas eleições de 2010.

Na quinta-feira (11), Marina esteve no Encontros Estadão & Cultura, uma parceria do jornal O Estado de S.Paulo e Livraria Cultura. Em sua participação, Marina falou sobre Código Florestal. Clique aqui e confira as principais falas de Marina na ocasião.

A alteração do Código Florestal representa uma ameaça ao ecossistema, por isso foi criado o Comitê em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, uma coalizão formada por cerca de 100 organizações e movimentos da sociedade civil, que tem como objetivo sensibilizar os senadores para que votem contra a alteração da lei. Para isso, foi lançada a campanha #florestafazadiferenca que está recolhendo assinaturas em uma petição pública.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: