Skip to content

Querem institucionalizar a Felicidade

06/08/2010

 

Até tu Cristovam Buarque? Já vi muito projeto estranho ou “para inglês ver” de vereadores em prefeituras de cidades com menos de 300 mil habitantes. Mas a invenção de moda não está apenas para os homens públicos das cidades pequenas. No âmbito federal acontecem situações que parecem mentira. Agora, querem institucionalizar a felicidade.

Uma questão antes do meu breve, prometo, discurso. Quando o ser humano se vê obrigado a tornar a Felicidade garantida por Lei é porque as coisas estão definitivamente tristes para a humanidade?

Ao ler sobre a institucionalização da felicidade, não sei bem o motivo, mas lembrei de panis et circense. Seria injusto deixar Cristovam nessa saia justa, questionando sua PEC, que deve ser votada ainda este ano. Claro que a proposta de Cristovam não é tão superficial, está lincada com educação, moradia. Mas não seria mais fácil cumprir as leis que já existem para estes temas e que não estão vingando ou são respeitadas pela metade?

Sim, o Brasil – por que não o mundo – está precisando de um banho de felicidade, de elevar a estima. Mas não é tornando isso Lei que obterá exito. Precisamos fazer valer a leis vigentes de direito a moradia, a educação, etc., com menos desvio de atenção, de verbas, de foco.

Não precisamos dela, mas segundo uma das definições encontradas na Wikipédia, a felicidade é uma gama de emoções ou sentimentos que vai desde o contentamento ou satisfação até à alegria intensa ou júbilo. A felicidade tem ainda o significado de bem-estar ou paz interna. Dinheiro não tráz felicidade, mas ajuda, diriam. Mas queria fazer uso de alguns versos do grande Fernando Pessoa para definir a felicidade:

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver

Apesar de todos os desafios,

Incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas

E se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si,

Mas ser capaz de encontrar um oásis

No recôndito da sua alma.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: