Skip to content

Photoshop: 20 anos de criação e o Projeto de Lei que quer proibir o uso da ferramenta

27/04/2010

As revistas voltadas para o público masculino não ficam sem ele. As atrizes não permitiriam closes. O mar e o céu, belos por natureza, também não reclamam sua intervenção. Os pneuzinhos das modelos recebem uma recauchutagem. Os caídos são levantados. Onde não tem nada passa a ter. É passe de mágica. É varinha de condão. É mouse na mão.

O Photoshop completa 20 anos e mudou a visão que temos da fotografia. Não sabemos mais o que é verdadeiro. Não sabemos distinguir mais qual é o olhar do fotógrafo e qual é o olhar do manipulador. O programa conquistou mais de 10 milhões de usuários ao redor do mundo, gerou muito lucro e até a dona de casa o usa para tirar os pés de galinha da foto que vai para o Orkut.

A história do Photoshop começa em 1987, com Thomas Knoll, na Califórnia, Estados Unidos. Knoll estava em casa trabalhando em sua tese de doutorado, quando criou um código em seu computador que exibia imagens em tons de cinza em um monitor de bitmap preto e branco. Como o código não estava diretamente relacionado à sua tese de doutorado, Knoll subestimou o seu valor. Ao lado do seu irmão John Knoll o potencial do programa foi descoberto, desenvolvido e projetado .

O Photoshop foi lançado em 1990 pela Adobe, que havia comprado o programa. Algumas alterações são óbvias, como as realizadas nas imagens acima e abaixo. Outras não. Algumas, como estas, merecem reflexão e ainda dão uma boa dose de discussão sobre a veracidade.

Projeto de lei tenta proibir o uso de Photoshop

Na França existe um Projeto de Lei, apoiado por mais de 50 políticos, que pretende limitar o uso de Photoshop em fotografias.  O motivo de tal Lei é evitar a distorção da realidade. O foco, aparentemente, está nas jovens, que desejam ter corpos semelhantes os das revistas, chegando ao exagero de surgir doenças como anorexia e bulimia.

A fotografia que usar a intervenção da ferramenta deverá constar algo como a seguinte frase – no mais alto estilo O Ministério da Saúde adverte: “fotografia retocada para alterar a aparência física de uma pessoa”.

Tal lá como cá. No Brasil também tramita projeto idêntico. Nada se cria tudo se copia. Nada contra copiar projetos e ideias geniais. Esta me parece um pouco ingênua, visto que manipular imagens é coisa tão antiga quanto o uso do Photoshop.

O projeto brazuca é de autoria (?) do deputado Wladimir Costa (PMDB-PA, mas se limita, por enquanto, apenas a imagens publicitárias. A Susana Vieira, por exemplo, poderia continuar o uso. O projeto prevê multa de R$ 50 mil para quem desobedecer a lei. 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: