Skip to content

Grandes obras de Vivaldi

04/03/2010

Print da página inicial do Google. Homenagem ao nascimento de Vivaldi

Antonio Lucio Vivaldi, nascido em Veneza em 4 de março de 1678. Morreu em  Viena em 28 de julho de 1741. Vivaldi tinha o apelido “o padre vermelho” por ser um sacerdote de cabelos ruivos. Compôs 770 obras, entre as quais 477 concertos e 47 óperas. Foram 223 concertos para violino e orquestra, 22 para violinos, 27 para violoncelo, 39 para fagote, 13 para oboé, 17 para diversas formações instrumentais, mais aqueles destinados à viola d’amore, ao alaúde, à tiorba, ao bandolim, ao flautim: ao todo, 456 concertos. Acrescentam-se 73 sonatas, 16 grandes motetos para solistas, coro e orquestra, 28 motetos a uma ou duas vozes e instrumentos, três oratórios, duas serenatas, uma centena de árias, 30 cantatas profanas.

É sobretudo conhecido popularmente como autor da série de concertos para violino e orquestra Le quattro stagioni (“As Quatro Estações”). A principal característica da obra de Antonio Vivaldi é sua própria personalidade: uma ânsia de compor raramente igualada em toda a história da música. Seus concertos foram tomados como modelos formais por vários compositores do barroco tardio, inclusive Bach, que transcreveu dez deles para teclados.

Em 1703, ordenado sacerdote, foi nomeado mestre de violino do Ospedale della Pietà, instituição veneziana que acolhia crianças abandonadas, famosa por seu conservatório musical. Impedido de celebrar missa em decorrência de uma doença crônica, provavelmente asma, Vivaldi compôs a maior parte de suas obras para os grupos musicais da instituição e assim consolidou sua reputação como compositor e maestro. A década de 1720 correspondeu ao auge de sua carreira. A partir de 1729, parou de publicar suas obras, por perceber que era mais lucrativo vender os manuscritos a compradores particulares. Na década de 1730, seguiu-se o declínio.

A Biblioteca Nazionale de Turim possui grande acervo de obras inéditas do mestre. Confira as principais obras do músico italiano:

Músicas sacras
Gloria (17XX) e Beatus (17XX).

Óperas
“Ottone in villa” (1713), “Orlando finto pazzo” (1714), “L’incoronazione di Dario”(1716), “Il Teuzzone” (1719), “Tito Manlio” (1719), “La verità in cimento” (1720), “Ercole sul Termodonte” (1723), “Il Giustino” (1724), “Dorilla in Tempe” (1726), “Farnace” (1727), “Orlando furoiso” (1727), “Rosilena ed Oronta” (1728), “La fida ninfa” (1732), “L’Olimpiade” (1734), “Bajazet” (1735), “Griselda” (1735), “Catone in Utica” (1737) e “Rosmira” (1738).

Concertos
Opus 1 e 2: Sonatas a 3 e sonatas para violino e baixo (1709)
Opus 3: “L’estro armonico”, 12 concertos com variações para quatro violinos e um conjunto de cordas (1711)
Opus 4: “La stravaganza”, 12 concertos para violino e conjunto de cordas (1714)
Opus 5: quatro sonatas para violino e duas sonatas para violino e baixo (1716)
Opus 6: seis concertos para violino (1716)
Opus 7: doze concertos, dois dos quais para oboé (1716)
Opus 8: Il cimento dell’armonia e dell’inventione, 12 concertos para violino, sendo que os quatro primeiros são de “As Quatro Estações” (“Le Quattro Stagioni”) (1724)
Opus 9: “La cetra”, doze concertos, um dos quais para dois violinos e conjunto de cordas (1728)
Opus 10: seis concertos, entre os quais “Il Gardinello”, para flauta e conjunto de cordas (1728)
Opus 11: cinco concertos para violino e um para oboé (1729)
Opus 12: cinco concertos para violino e um sem solo (1729)
Opus 13: “Il pastor fido”, seis sonatas para flauta (1737)

Fontes: Folha, Wikipédia e Netsaber

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. tami permalink
    13/11/2012 13:50

    hmmmm que legal tenho um tabalho de música sobre ele, então ajudou bastante!!

  2. 01/12/2011 14:49

    muito obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: